8 lugares diferenciados em Santo Antônio do Pinhal

6.4.16

             Quem já visitou Santo Antônio do Pinhal sabe a magia que a cidade possui, principalmente na temporada de inverno. Na verdade, todas as épocas do ano são especiais na região, pois oferecem aos turistas o contato constante com as montanhas e toda a natureza da Serra da Mantiqueira. O acesso à cidade (com parte em São Paulo e parte em Minas Gerais) e a estrutura de pousadas e restaurante, por exemplo, são amplamente facilitados.


            Porém, entre tantos atrativos turísticos a conhecer, fica difícil saber por onde começar, ao escolher Santo Antônio como destino de viagem. Mas tudo ficará mais fácil com as oito dicas do Roteiro de Turismo sobre lugares diferenciados para conhecer na região . A começar pelo “Sítio Katayama”, o maior representante da produção de orquídeas do município. Ao comercializar flores, mudas de cerejeira e outras plantas ornamentais, o sítio se destaca, com mais de trinta espécies produzidas.
            Mesmo que as pessoas comentem sobre a Serra da Mantiqueira e as cidades do Vale do Paraíba, nada se compara a sensação de chegar, de fato, ali. Para garantir uma das melhores vistas panorâmicas para esses dois cenários, vale a pena (e muito) ir até o Pico Agudo, que fica a 1700 metros de altitude. Os mais radicais podem ainda aproveitar a subida e se aventurar com saltos de voo livre.


            Ainda sobre a natureza, há na região dois pontos turísticos bem conhecidos. Um deles é o Mirante Nossa Senhora Auxiliadora, onde está localizada uma estátua gigante da Santa e também é possível visualizar a paisagem. Outro se trata de uma queda d’água de 10 metros de altura próxima ao centro, chamada Cachoeira do Lageado. Ali, as águas cristalinas caem em forma de véu e formam um poço com o fundo de areia, próprio para banho e perfeito aos turistas.
            Um estabelecimento realmente especial em Santo Antônio é o “Haras Saracura”, especialista em equoterapia. Essa técnica utiliza o cavalo para a educação e tratamento psicológico e fisioterapêutico de mobilidade, e está presente na cidade desde 1978. Com a ajuda de voluntários, profissionais e cavalos de raça preparados, moradores e visitantes continuam tendo um atendimento diferenciado até hoje.



            Visitar uma das casas de produtos artesanais também costuma ser um passeio turístico bem bacana pela região. Bons exemplos são a “Destilaria Bodega”, armazém e bar de cachaças e vinhos coloniais do sul do Brasil, e o “Compralemão”, que produz variados queijos exóticos e oferece ambiente com criação de cabras para visitação. Para finalizar, a indicação ao “Pesqueiro Arco Íris”, destinado à pescaria do peixe mais popular da cidade, a truta. A 1 km da entrada, torna-se um lugar, além de diferenciado, ótimo para reunir a família. E por último, a estação de trem Eugênio Lefevre, que é uma parada da estrada de ferro que liga Pindamonhangaba no Vale do paraíba até Campos do Jordão, no topo da Serra da Mantiqueira. Para maiores informações sobre os pontos turísticos e pousadas em Santo Antonio do Pinhal acesse o site Roteiro Turismo.

Posts Relacionados

0 .

Google+

Também estou aqui

Eu Sou do CBBlogers blogs de moda